segunda-feira, 24 de maio de 2010

Amizad


         As bicis estão rodando bastante ultimamente! Em um dia de sol e calor (15/5) pegamos os cães e as bicis e fomos de carro para além do barco naufragado Altair!
Pouco depois de passa-lo paramos o carro e continuamos com os cães soltos e de "magrela".
Mais adiante encontramos as ruinas do que um dia foi o hotel utilizado pelos viajantes que iam ao Chuy.. quando não havia a estrada!
São umas seis ruinas iguais a essa, quase já soterradas..

Durante a semana, uma manhã alagada e sem nenhum vento... átipico por aqui e dando sinais de virada de tempo (que ocorreu no fim desse dia mesmo).. esperamos o sol voltar!

Essa é a Pandora (que eu chamo de Pandinha e a Keith de Dora). É um misto de dálmata com viralata.. uma gracinha!


A semana continua, a CBO rolando e, no dia 18, chegam ao RGYC os veleiros argentinos do Cruzeiro de Amizade.. feito a cada biênio. Um monte de regalias para a comemoração! Novos trapiches flutuantes, novas decorações e muitas embarações oceanicas!


Nesse dia, de vento Leste (que é bom) de 17 nós (que não é tão bom assim, rs), fez com que a primeira velejada de um colega nosso (Adriano) fosse um teste de cadeira elétrica! Foi tanto bordo e ondas e vento que não foi possível filmarmos ou tirarmos foto.. Emoção MESMO!
Na volta, ao desmontar nosso Odisséia, a organização do Cruzeiro convida eu e Keith para irmos tomar um café colonial (e português) nas ilhas dos marinheiros - FOR FREE!!
Não hesitamos, rs!

Satisfeitos com os pratos servidos, os argentinos (e nós) fomos convidados a ver a lagoa, dentro da Ilha dos Marinheiros.. Bem, nós já conheçemos mas.. como grupo, fomos novamente.

No retorno a chalana que nos levou de volta ao RGYC, um multirão recupera a capela que foi erguida em 1858.. "Se fosse para esperar a prefeitura, já sabe, cai tudo" disse um nativo..


De volta ao RGYC, uma rápida passeada pelos barcos, antes do pôr do sol e, uma figura de proa interessante, de um veleiro clássico!



Depois das fotos voltamos para casa! Para os argentinos que não tinham se empanturrado no café colonial foi servida peixe na brasa.. mas eu e Keith já tinhamos passado o dia inteiro de vela e decidirmos ir recuperar nossas forças em casa (e com os dogs)!


Asta!!

2 comentários:

  1. que dia .....tudo valeu a pena..... pena mesmo eunão estar com voces para desfrutar as delicias e os passeios.

    ResponderExcluir
  2. Que maravilhaaaaaa, voces merecem......parabens, tomara que tenham outros..a d o r e i.
    beijos
    lidia

    ResponderExcluir

É bom podermos nos entender :D